Boa noite, Seja bem vindo - Sábado, 21 de Outubro de 2017 - Aracaju - SE
 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
O Jornal
  QUEM SOMOS
  DESTAQUES
  POLÍCIA
  ESPORTE
  POLÍTICA
  CIDADES
  GALERIA DE FOTOS
  ANUNCIE CONOSCO
  FALE CONOSCO
 
Enquete
Padre Inaldo vai fazer uma boa adminitração em Socorro?
 
De jeito nenhum
 
Claro que sim
 
Não sei
 
 
Sábado, 21 de Outubro de 2017

home / destaque
Lucas assume vaga da Comissão de Ética da CMA

07/12/2014 15:47:38
Tamanho da letra

Nesta terça-feira, 2, o vereador Lucas Aribé (PSB) foi eleito por unanimidade pela Câmara Municipal de Aracaju (CMA) como membro da comissão de ética. Ele ocupou o Grande Expediente da Sessão para falar sobre a necessidade de posicionamento da referida comissão. "Agradeço a minha escolha e aproveito para garantir muita dedicação e trabalho nesta nova missão. Trata-se de um bom momento, diante do que ouvimos nesta Casa, para refletir sobre ética", disse Lucas ao iniciar seu discurso.

 

De acordo com o parlamentar, é preciso relembrar os valores humanos primordiais para qualquer relação como o respeito, a seriedade, o companheirismo, a irmandade. "São esses valores os aliados da ética e com eles que devemos agir aqui e em qualquer outro lugar. Aqui, percebemos que a ética é levada por questões partidárias, primeiro se considera a sigla e não a postura que se adota", afirmou Aribé.

 

Lucas enfatizou que, se as pessoas agissem de forma correta no parlamento, nem seria preciso uma comissão de ética e lembrou a frase de Mário Covas, político brasileiro falecido em 2001. "Mário Covas disse que quem tem ética é encarado como anormal e isso é a mais pura verdade. Quando se age corretamente você é visto como estranho, infelizmente. Se houvesse respeito pelas leis existentes, pela constituição, pela lei orgânica e regimento interno, por exemplo, não deveria precisar de comissão de ética porque haveria um compromisso com respeito às individualidades, mas isso não acontece", destacou.

 

O vereador se comprometeu a fazer os julgamentos necessários e pertinentes à comissão com ética, assim como faz em tudo na vida. "Temos oito meses e nada foi julgado nesta comissão. Não temos mais o que esperar. Antes do fim do exercício parlamentar de 2014, precisamos nos manifestar com alguma decisão referente ao primeiro caso. Precisamos dar uma resposta à sociedade".

 

Ainda em seu discurso, Lucas Aribé lembrou que, certa vez, quando falou a palavra 'zona' em plenário, se referindo ao forte barulho que existia no momento, foi duramente repreendido pelo presidente da CMA, Vinicius Porto (DEM), e pediu desculpas. "Fui mal interpretado ao ser repreendido, mas como estava errado, pedi desculpas. Porém, já vi coisas muito piores aqui e nada ser feito", contou.

 

Para o vereador, a responsabilidade de fazer parte desta comissão é grande mas está sendo encarada como um desafio. "Estou em meu primeiro mandato e já carrego esta grande responsabilidade, mas, agirei de acordo com os meus princípios e com o compromisso estabelecido com os aracajuanos", enfatizou.

       
28/08 - Dois em cada três jovens brasileiros planejam empreender nos próximos anos
03/01 - MINISTRO DA SAÚDE ENCONTRARÁ PREFEITOS SERGIPANOS NA QUINTA
08/09 - Luiza Erundina defende ampliação do passe livre na cidade de São Paulo
10/01 - Laranjeiras realiza seu XLI Encontro Cultural
07/12 - Lucas assume vaga da Comissão de Ética da CMA
21/09 - 15 ÓRGÃOS ABREM INSCRIÇÕES PARA 3,4 MIL VAGAS NESTA 2ª
18/02 - Concursos têm salários de até 22,8 mil
31/01 - Paisagem deslumbrante da Atalaia Nova é o cenário do Verão Sergipe 2013
07/12 - TRF5 divulga hoje resultado do concurso para servidores

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
l
l
l
l
                     
 
l
l
l
l
l
l
l
l
l  
 
© COPYRIGHT 2010 - GRANDEARACAJU.COM.BR - Todos os direitos reservados.
Contato: (79) 9975 - 8137