Boa noite, Seja bem vindo - Sábado, 24 de Junho de 2017 - Aracaju - SE
 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
O Jornal
  QUEM SOMOS
  DESTAQUES
  POLÍCIA
  ESPORTE
  POLÍTICA
  CIDADES
  GALERIA DE FOTOS
  ANUNCIE CONOSCO
  FALE CONOSCO
 
Enquete
Padre Inaldo vai fazer uma boa adminitração em Socorro?
 
De jeito nenhum
 
Claro que sim
 
Não sei
 
 
Sábado, 24 de Junho de 2017

home / saúde
Vigilância Sanitária apreende meia tonelada de gelo

14/02/2013 22:28:10
Tamanho da letra


Vigilância apreendeu 500 kg de gelo e 11 bisnagas de mostarda, ketchup e maionese
Créditos: Ilustrativa/Portal Infonet

Em cinco noites de Carnaval, a Coordenação da Vigilância Sanitária e Ambiental (Covisa) de Aracaju apreendeu 500 kg de gelo e 11 bisnagas de mostarda, ketchup e maionese que estavam em desacordo com as normas sanitárias. Conforme a Covisa, a legislação sanitária determina que os molhos de mostarda, ketchup e de maionese devem estar embalados em sachês individuais, e o gelo para consumo humano deve apresentar procedência, sendo comprado em embalagens lacradas que indiquem o prazo de validade e o selo de Inspeção Federal, o S.I.F..

Para o coordenador da Vigilância Sanitária, Ávio de Britto, mesmo com as apreensões do gelo e dos molhos, a avaliação do ponto de vista sanitário dentro e fora do circuito de eventos, como o Carna Caju e o Bloco Rasgadinho, é positiva.  “Este ano realizamos 169 inspeções nas duas festas e 83% dos pontos de venda de alimentos que foram fiscalizados estavam dentro das normas exigidas”, afirma.

Segundo Ávio, o resultado das ações no Carnaval de 2013 já demonstra avanços no nível de conscientização de quem manipula e vende os alimentos em locais com grande fluxo de pessoas. Segundo dados da Covisa, no Bloco Rasgadinho, em 2012, foram apreendidas 34 bisnagas de molho e três mil canudos inadequados para o consumo. Em 2013, não foram encontrados canudos inadequados e o número de bisnagas caiu para 11 unidades.

“Durante o Carnaval deste ano, os ficais sanitários atuaram de forma preventiva e corretiva para garantir a qualidade dos alimentos vendidos aos foliões. Nas festas foram realizadas inspeções em pontos de venda de alimentos como tendas, bares, barracas de lanches e drinks, além do isopor carregado por vendedores ambulantes. Trabalhar de forma preventiva é melhor para os vendedores e para os consumidores. Estaremos atuando independente de períodos festivos. Nosso objetivo é proporcionar o bem estar a todos”, concluiu Ávio de Britto.

Fonte: SMS

       
14/03 - . Lagarto participa de evento no Tribunal de Contas
01/03 - Salão de beleza deve ser interditado se tiver formol
01/03 - Criança alvejada em tiroteio continua internada no Huse
01/03 - Gratuidade da vacina contra o HPV anima categoria médica
22/02 - Município deve oferecer tratamento a usuários químicos
21/02 - Servidores do Hospital de Socorro com salários atrasados
15/02 - Hemose contabiliza 816 doações durante campanha de Carnaval
14/02 - Vigilância Sanitária apreende meia tonelada de gelo
07/02 - Sergipe realizou 166 transplantes no ano passado

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
l
l
l
l
                     
 
l
l
l
l
l
l
l
l
l  
 
© COPYRIGHT 2010 - GRANDEARACAJU.COM.BR - Todos os direitos reservados.
Contato: (79) 9975 - 8137