Bom dia, Seja bem vindo - Quinta-Feira, 24 de Agosto de 2017 - Aracaju - SE
 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
O Jornal
  QUEM SOMOS
  DESTAQUES
  POLÍCIA
  ESPORTE
  POLÍTICA
  CIDADES
  GALERIA DE FOTOS
  ANUNCIE CONOSCO
  FALE CONOSCO
 
Enquete
Padre Inaldo vai fazer uma boa adminitração em Socorro?
 
De jeito nenhum
 
Claro que sim
 
Não sei
 
 
Quinta-Feira, 24 de Agosto de 2017

home / saúde
Salão de beleza deve ser interditado se tiver formol

01/03/2013 09:55:42
Tamanho da letra


Pádua: "se tiver formol, salão de beleza deve ser interditado"
Créditos: Arquivo Portal Infonet

Investigação policial está a cargo do delegado André David
Créditos: Ascom/SSP

A morte da adolescente Noélia Cristina de Sá Camarço, 13, que teria se submetido a um tratamento de cabelo em um salão de beleza de Estância, já está sendo alvo de investigação policial. O delegado de polícia André David, regional de Estância, informou que está adotando os primeiros procedimentos para ouvir a família com o objetivo de conhecer o histórico de saúde da adolescente e identificar o salão de beleza onde a vítima fez o tratamento de cabelo. “Não quero me precipitar. Pode ter ocorrido imperícia do salão de beleza, mas também pode ter sido uma fatalidade”, considerou o delegado.

O diretor da Vigilância Sanitária Estadual, Antonio de Pádua Pombo, adverte para os riscos da manipulação de formol nestes estabelecimentos. “Se a vigilância sanitária encontrar formol entre os produtos de beleza, já é motivo para interditar o salão de beleza”, diz. “Em salão de beleza, o uso de formol é proibido porque pode causar até a morte. O uso de formol só é permitido na indústria de cosméticos e, mesmo assim, em proporção mínima”, alerta.

Na ótica de Pádua Pombo, a primeira providência do delegado de polícia depois de identificar o salão de beleza é notificar a vigilância sanitária do município para exercer a fiscalização. “A vigilância sanitária do município tem o dever e obrigação de coletar amostras de todos os produtos usados no salão de beleza e, se for encontrado formol, já é motivo para interdição cautelar”, diz. “O delegado de polícia já deveria ter notificado a vigilância sanitária do município para as medidas cabíveis”, informa Pádua.

A diretora de vigilância em saúde do município de Estância, Polianna Lima e Oliveira, informou que ainda não recebeu notificação, mas  garante que não ficará inerte. “A vigilância vai localizar a família, localizar o salão e vai fazer a fiscalização e, se não tiver licença, o salão será fechado”, garante Lima e Oliveira. Ela é da opinião que as pessoas não devem se submeter à técnica de alisamento de cabelo com escova progressiva com formol nem usar produtos que contenham este item em sua composição, mesmo que nos limites permitidos.

Por Cássia Santana, Infonet.

       
14/03 - . Lagarto participa de evento no Tribunal de Contas
01/03 - Salão de beleza deve ser interditado se tiver formol
01/03 - Criança alvejada em tiroteio continua internada no Huse
01/03 - Gratuidade da vacina contra o HPV anima categoria médica
22/02 - Município deve oferecer tratamento a usuários químicos
21/02 - Servidores do Hospital de Socorro com salários atrasados
15/02 - Hemose contabiliza 816 doações durante campanha de Carnaval
14/02 - Vigilância Sanitária apreende meia tonelada de gelo
07/02 - Sergipe realizou 166 transplantes no ano passado

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
l
l
l
l
                     
 
l
l
l
l
l
l
l
l
l  
 
© COPYRIGHT 2010 - GRANDEARACAJU.COM.BR - Todos os direitos reservados.
Contato: (79) 9975 - 8137